1ST PAGE
ASK ME?
SUBMIT
RSS
ARCHIVE
THEME
Remar, Re-amar, Amar.

Não sei exatamente quais palavras usar, só sei que ela faz falta, sinto saudades de falar com ela, e de colocar o celular para alarmar mais cedo para desejar-lhe bom dia e depois eu ir dormir de novo, sinto falta de mandar um texto para ela, ou um trecho de música. Existem coisas que não temos como entender, ela se foi, ela parece que nao se importa, e ela nem pode imaginar como eu continuo pensando nela o dia inteiro. 

Dii S.


Tuas palavras,a forma com que você me faz sentir viva, o abraço que eu sinto em meus sonhos, e todas as vezes que me pego pensando em você, tudo isso me diz que estou completamente encantada com teu jeito meigo, com teu jeito descomplicado, que faz tudo parecer tão simples.

Dii S.


Meu amor, sei que todos esses quilômetros que nos separam só irão fortalecer nossos laços, e quando eu puder abraça-la sei que nunca mais irei te soltar. Eu prometo, quando eu puder tocar tuas mãos, sentir o teu toque, beijar tua boca e sentir o teu cheiro não a deixarei partir, não a deixarei viver sem mim, porque meu amor agora é teu, meu corpo é teu, e tudo que eu conquistar será ‘nosso’.

Dii S.


Porque quando eu estiver do teu lado, amarei tuas imperfeiçoes, amarei até você gritando comigo por conta da minha toalha jogada em qualquer lugar, ou da louça do final de semana que esqueci de lavar, mas eu prometo te compensar, e te fazer a mulher mais feliz do mundo. Eu prometo não te deixar sentir vontade de partir, prometo todos os dias te conquistar, nem que para isso eu mude por um dia o que eu sou, porque você merece tudo de melhor que eu puder oferecer.

Dii S.


Minha pequena, meu pedaço de paraíso, meu caminho para a paz, minha calma e meu sonho, você é um pedaço de tudo que eu busco agora, você é a calma que eu quero ao acordar, tem o doce nome que quero pronunciar ao dizer que és minha á todos que irão morrer de inveja de mim. Você, minha pequena, é agora o meu destino, e faz parte de todos os meus planos. 

Dii S.


“Com o tempo,com as quedas, com o tapas na cara a gente vai crescendo, infelizmente da forma mais dolorosa, mas a gente aprende. Aprende que não devemos nunca doar o nosso melhor pra ninguém além de nós mesmos, que não devemos esperar nada de ninguém nem tão pouco criar expectativas, o ideal é não esperar nada, não esperar nenhuma atitude, nenhuma palavra, nenhum gesto de carinho, o problema é que a gente se confunde muito, as vezes a gente está ali intacto, vem alguém e demonstra demais, caímos no encanto, e no fim nos ferramos do mesmo jeito. Cara, é difícil, o melhor mesmo é não se apegar á ninguém, é simplesmente sempre saber a hora certa de parar, e a hora certa de parar é quando voce perceber de que alguma forma aquela pessoa te faz sentir algo diferente.”
Dii Santana  (via segredosameianoite)

“Eu acho definitivamente que eu não estou preparada pra me apaixonar de novo, sério. Não que eu quisesse isso, ou talvez no fundo eu queira, mas as coisas acontecem muito naturalmente, a gente cansa das coisas, das pessoas, dos sentimentos, cansa de cair, de sofrer. As vezes é melhor mesmo parar de dar corda aquilo que vemos que não tem futuro, o pior de tudo é que as vezes achamos que tem futuro quando na verdade não tem, então é melhor ficar imune á essas coisas do coração, a essas paixões mal curadas, esses amores mal acabados que sempre nos deixam com lembranças constantes. Eu não vou me arriscar de novo e me ferrar de novo como já fiz tantas vezes, dessa vez eu vou tentar fazer diferente, é melhor assim, é melhor pra mim. Talvez eu perca muita gente legal no caminho, mas não quero arriscar encontrar dores em minha caminhada. Nada foi em vão, tudo de alguma forma me fez crescer, mas agora eu quero ser um pouco mais de mim, e agora, definitivamente eu não estou preparada pra me apaixonar de novo.”
Dii Santana  (via segredosameianoite)

- Não está sendo fácil, sinto como se minha cabeça fosse explodir, minha mente viaja e não chega a nenhum lugar, estou confusa, indecisa, me vejo com tanto medo como nunca havia sentido antes. Sinto medo de ficar sozinha, medo de ter que conviver sempre com perdas, com pessoas que fingem e mentem. As pessoas acostumaram-se a me magoar, a destroçar meu coração em pedaços e depois fingir que nada aconteceu. Todas as pessoas que entraram em minha vida fizeram grandes estragos, mas a culpa de tudo, no fundo não é delas, é minha, que ainda acredito em suas palavras, que me encanto com meia duzia de gestos em cima de dezenas de erros. As pessoas não se importam comigo, mas fingem como se eu fosse a vida delas, mas apenas por alguns minutos, não conseguem manter a máscara por muito tempo, e é por isso que tenho estado tão mal, não sei em quem confiar, não sei quais palavras são verdadeiras e quais são falsas. As pessoas mentem demais, magoam demais, me ferrem demais. Estou perdida, não tenho caminho a seguir, nunca me vi tão sem saber o que fazer como hoje, estou em um desespero que se chama solidão.

Dy.


“Mesmo assim, minha autoestima oscilou, sou daqueles que, se você não fizer 36 polichinelos na minha frente, com uma placa “eu gosto de você” pendurada balançando no pescoço, jamais terei certeza. Já me enganei tantas vezes.”
Gabito Nunes. (via nevou)

Há 1 ano · 32 295 notas · reblog
originally ga-bi-to · via nevou